Dos estados de alma à correlação entre liberdade e arte na filosofia de Bergson

Luanda Gomes Julião

Resumo


Tendo como norte o texto do Ensaio, esse artigo pretende mostrar como a concepção bergsoniana do tempo e da ação livre possibilitam uma relação entre a nossa interioridade e a criação artística.

Texto completo:

PDF

Referências


BERGSON, H. As Duas fontes da Moral e da Religião. Trad. Nathanael G. Caixeiro. Zahar Editores, 1978.

_______________A evolução criadora. Trad. Bento Prado Neto. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

_______________. La Politesse. Editions Rivages Poche. Petite Bibliotèque, 2008.

_________________. Os dados imediatos da consciência. Trad. João da Silva Gama. Lisboa: Edições 70, 1988.

_______________. O Pensamento e o Movente. Trad. Bento Prado Neto, São Paulo: Martins Fontes, 2006.

DELEUZE, Gilles. Bergsonismo. Trad. Luiz B.L. Orlandi. São Paulo: Editora 34, 1999.

GOUHIER, Henri. Introduction. In: Bergson, Henri. Ouevres. Paris: Presses Universitaires de France, 1959.

________________. Bergson dans la histoire de la Pensée Occidentale. Cap. II, Os sofismas de Zenão de Eléia. Paris: Vrin, 1989.

JOHANSON, Izilda. Arte e intuição: a questão estética em Bergson. São Paulo: Editora Humanitas. 2005.

LAPOUJADE, David. Potências do Tempo. Trad. Hortencia Santos Lencastre. N-1 Edições.

LEOPOLDO E SILVA, Franklin. Bergson: Intuição e discurso filosófico. São Paulo: Loyola, 1994.

__________________. Bergson, Proust: tensões do tempo. In: Novaes, Adauto (Org.) Tempo e História. São Paulo: Cia das Letras.

PAIVA, Rita. Subjetividade e imagem: a literatura como horizonte da filosofia em Henri Bergson. São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2005.

PINTO, Débora Morato. Espaço, Extensão e Número: suas relações e seu significado na filosofia bergsoniana. Revista Discutrso, número 29, pg: 133-173. 1998.

PRADO JR., Bento. Presença e campo transcendental: consciência e negatividade na filosofia de Bergson. São Paulo: Edusp, 1989.

RIQUIER, Camille. Archéologie de Bergson: Temps et métaphysique. Paris: Presses Universitaires de France, 2009.

THEAU, Jean. La conscience de la durèe et le concept de temps. Toulouse: Edouard Privat Editeur, 1969.

WORMS, Frédéric. Bergson ou os dois sentidos da vida. Tradução: Aristóteles Angheben Predebon. Editora Unifesp. 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.