Tragédia e sofrimento: a aproximação de Assim falou Zaratustra e O nascimento da tragédia

Bárbara Raffaelle Carvalho Santos

Resumo


Este artigo tem por objetivo entender duas interpretações sobre a linguagem de Assim Falou Zaratustra, por meio dos pontos de vista de Roberto Machado e Jörg Salaquarda. O objetivo é relacionar a trajetória da personagem Zaratustra e a primeira obra de Nietzsche, O nascimento da tragédia. A principal tese aqui desenvolvida é que o percurso feito por Zaratustra é atravessado pelos impulsos apolíneo e dionisíaco. Para fazer a aproximação das duas obras, relacionamos aqui os sofrimentos enfrentados por Zaratustra e sua superação com a interação dos impulsos de uma Tragédia grega. Para isso é necessário entender como os impulsos se relacionam, qual a força e os aspectos de cada um e como Zaratustra tenta afirmar uma cultura criadora e potente.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.